Distribuidora de Equipamentos Telecom, acompanhe nosso trabalho.

Fastwireless Telecom

Saiba como é feito uma Fusão de Fibra

Preparamos um post especial para você saber como é feito o processo de fusão de fibra óptica, um passo-a-passo detalhado que ajudará a esclarecer suas dúvidas.

Fusão de Fibra

 

“Fusion Splicing”é o processo de fusão ou soldagem entre duas fibras, geralmente utilizado por empresas de telecom para construção e manutenção de redes de fibra óptica.

É o método de fusão mais utilizado , pois proporciona a menor perda além de uma articulação mais forte e segura entre as duas fibras.

 

Praticamente todas as fusões de fibra são “sigle-mode”. Nas fibras multimodos o processo é mais complexo.

As máquinas de fusão são na maioria dos casos automáticas, algumas com parâmetros de fusão pré-estabelecidos. Todas requerem a utilização do clivador para que o corte da fibra seja preciso, desta forma permitindo que a fibra seja fundida corretamente.

 

O uso apropriado da maquina e do clivador requer que as instruções do fabricante seja seguida corretamente. Cada produto varia de acordo com o fabricante.

 

 

Alinhamento de Fibra automático

As extremidades das fibras são ajustadas em uma superfície móvel, que são utilizadas para alinhar as fibras e ajustar a distância automaticamente. Durante o processo automatizado, o juntador irá alinhar as fibras utilizando um dos dois métodos:

Núcleo óptico ou Perfil de Alinhamento de Sistemas (PAS)

Núcleo óptico ou Perfil de Alinhamento de Sistemas (PAS)

O alinhamento óptico por núcleo, também chamado “Profile Alignment”, é uma técnica utilizada por muitos modelos de maquinas de fusão. As duas fibras são iluminadas e através de imagens o software reconhece o núcleo das fibras e alinha automaticamente usando rolo móvel. O software também calcula perda de emenda após a fusão estar completa.

 

Injeção local e Detecção (Sistema LID)

No alinhamento de Injeção e Detecção de local a luz é projetada nas fibras por flexão. O medidor de luz do splicer é projetado entre as fibras, enquanto estão em movimento, o que significa que as fibras são perfeitamente alinhadas. O sistema LID também verifica a perda durante a fusão.

Ambas as técnicas funcionam bem com a maioria das fibras. Consulte o manual de instruções ou pergunte ao fabricante causo houver qualquer dúvida.

 

Decapador de Fibra

Existem 3 tipos de ferramentas decapadoras para fibra óptica, conhecidos como Miller Stripper, No-Nik e Micro-Strip. Todos os três podem funcionar igualmente bem, desde que o técnico esteja familiarizado com a ferramenta.

Cada desencapador tem o tamanho determinado para cada revestimento de fibra, por isso certifique-se de estar utilizando a ferramenta correta.

 

Processo de emenda de fusão

Preparar as fibras para serem unidas

O processo é o mesmo para todos os tipos de emendas: desencapar, limpar, cortar no clevador e fazer a fusão.

– Quando estiver pronto para emendar uma fibra, retirar o revestimento no comprimento adequado.

– Limpar a fibra com produtos adequados

– Clivar a fibra usando o processo apropriado

– Colocar a fibra nas guias da máquina de emenda de fusão e prenda-la

– Repita o mesmo processo para a outra fibra a ser fusionada.

 

 

Execute o programa da maquina de fusão

Escolha o programa adequado para emenda de fusão das duas fibras.

A maquina de fusão vai mostrar as fibras sendo emendados na tela de vídeo.

 

A Extremidades da fibra será inspecionado para se unir adequadamente, as que estiverem má aparadas serão rejeitadas como mostra a imagem acima.

 

Fusão automatizada

 

Se estiverem ok o processo de emenda será automatizada.

 

– Ciclo “Prefuse” irá remover qualquer sujeira nas extremidades da fibra e pré-aquecer as fibras.

– As fibras serão alinhadas utilizando o método de alinhamento do núcleo

– As fibras serão fundidas por um ciclo automático de aquecimento

– Quando a fusão for concluída, a máquina de fusão irá inspecionar a emenda e estimar a perda óptica no processo de fusão. Vai dizer ao operador se uma nova emenda precisará ser feita.

– O operador deverá remover a fibra das guias e anexar um protetor de emenda que se ajusta ao cabo graças ao calor, protegendo a fibra de umidade e outras ameaças do ambiente.

 

Avaliando fusões

Boas fusões

Depois que o processo for executado, inspecione visualmente a emenda usando referencia X e Y. Algumas falhas que não afetam a transmissão óptica são aceitáveis , como mostrado abaixo.

 

 

Más fusões

Algumas falhas são inaceitáveis e necessitam que o processo de fusão seja refeito por cima.

Alguns casos, como manchas ou linhas pretas, podem ser melhorados através da repetição do passo ARC, mas nunca mais do que duas vezes. Para grandes deslocamentos centrais, bolhas ou emendas quebradas, sempre refazer.

 

 

 

Possíveis problemas e causas

Aqui estão alguns problemas comuns e as causas prováveis.

 

Not Fused Through

Fusão corrente muito baixa

Tempo anterior muito curto

 

Matchheads

 

Eletrodos contaminados

Tempo atual de fusão muito alto

Tempo anterior ao fusão muito alto

Tempo atual e anterior de fusão muito alto

AUTOFEED muito pequeno

Gap muito grande

Constriction

Corrente muito alta

Avanço muito lento

Tempo anterior ao fusiona mento muito longo

Corrente anterior ao fusiona mento muito alta

Gap muito largo

eletrodos contaminados

 

Alargamento

 

 

AUTOFEED muito rápido

corrente incorreta

 

Bolha ou Inclusão

Faces das extremidades da fibra contaminadas

Cleave estragado.

Corrente de fusão muito elevada

Tempo anterior ao fusionamento muito baixo

 

Problemas adicionais

Bobinas de fusão geralmente tem armazenado programas para a maioria das fibras que o usuário pode modificar os parâmetros de programa ou criar novos. Consulte o manual de instruções ou pergunte ao fabricante se houver qualquer dúvida sobre como usar a maquina de fusão com a fibra que você está instalando.

 

Depois de fusionado eles serão colocados em uma placa de ligação que será, então, colocado no recipiente de conexão.  As fibras devem ser cuidadosamente seladas para evitar danos causados pela umidade. Deve ser colocado num local protegido designado para completar a instalação.

Testes

Bobinas de fusão são usadas para criar longos circuitos de cabo. Embora o splicer estime uma perda de emenda, a única maneira de testá-la é com um OTDR.

 

Máquina de Fusão Orientek T40